CUIABÁ

SAÚDE

Avança Saúde Auditiva amplia atendimento nos CERs de São Paulo

Publicados

SAÚDE

source
Os Centros Especializados em Reabilitação (CERs) da cidade de São Paulo podem ser encontrados por meio da plataforma Busca Saúde
Reprodução

Os Centros Especializados em Reabilitação (CERs) da cidade de São Paulo podem ser encontrados por meio da plataforma Busca Saúde

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) deu início no último sábado (7) ao Avança Saúde Auditiva em 15 Centros Especializados em Reabilitação (CERs) da capital. A ação, que amplia o atendimento de unidades das seis Coordenadorias Regionais de Saúde (CRSs), visa reduzir o tempo de espera para avaliação das pessoas com suspeita de perda de audição.

Para atender a demanda, 75% composta por pessoas com mais de 60 anos, o Avança Saúde Auditiva vai ampliar o número de atendimentos dos CERs participantes, inclusive aos sábados (veja a lista das unidades abaixo).

Serão realizados diversos procedimentos com foco no diagnóstico da audição por meio de consulta com o médico otorrinolaringologista, avaliação audiológica e início do tratamento.

Confirmada a perda auditiva que requeira o uso de aparelho auditivo sonoro individual (AASI), o fonoaudiólogo selecionará o modelo que melhor atenda às necessidades do paciente. Ao conceder o dispositivo, o CERfará o acompanhamento para orientações quanto ao uso e intervenções terapêuticas, a exemplo do aprimoramento de estratégias de comunicação de adultos e idosos, além do desenvolvimento da linguagem de crianças.

Leia Também:  Morte de Bob Saget reacende alerta sobre pancadas na cabeça

De acordo com a área técnica de Saúde da Pessoa com Deficiência, da Coordenadoria de Atenção Básica da SMS, somente em 2021 foram dispensados 13.261 aparelhos auditivos para aproximadamente 6.630 usuários da rede da capital.

Os Centros Especializados em Reabilitação (CERs) da cidade de São Paulo podem ser encontrados por meio da plataforma  Busca Saúde

Centros Especializados em Reabilitação participantes:

– CER III Campo Limpo, rua Gastao Raul Fourton Bousquet, 377 – Jardim Marcelo; – CER III Santo Amaro, av. Miguel Yunes, 491 – Usina Piratininga; – CER IV M Boi Mirim, av. Alexandrina Malisano De Lima, 601 – Jardim Herculano; – CER IV Milton Aldred, rua São Caetano Do Sul, 381 – Grajau; – CER II Ermelino Matarazzo, rua Ovidio Lopes, 253 – Parque Oturussu; – CER IV São Miguel, rua Professor Antonio Gama De Cerqueira, 347 – São Miguel; – CER II Guaianases, rua Macabu, 35 – Jardim São Carlos; – CER II Vila Mariana, av. Ceci, 2235 – Planalto Paulista; – CER IV Flávio Gianotti, rua Xavier De Almeida, 210 – Ipiranga; – CER III Penha, praça Nossa Senhora Da Penha, 55 – Penha; – CER III Sapopemba, av. Sapopemba, 8518 – Jd Planalto; – CER III Carandiru, rua Jose Pereira Jorge, 305 – Carandiru; – CER III Sé, rua Frederico Alvarenga, 259 – Sé; – CER III Lapa – rua Catão, 420 – Vila Romana.

Leia Também:  SP: outros quatro Hospitais Dia da capital passam a funcionar 24 horas


Fonte: IG SAÚDE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

SAÚDE

Brasil registra 143 mortes por covid-19 em 24h

Publicados

em

Por

source
Teste com resultado positivo para covid-19
Maurício Vieira Secom-SC 24.04.2022

Teste com resultado positivo para covid-19

Nessa quinta-feira, o Brasil registrou 143 mortes em decorrência da covid-19, e 33.910 novos casos da doença. Mais uma vez, o estado do Acre não atualizou os dados para o balanço.

Segundo o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), ao todo, já são 666.180 óbitos confirmados desde o início da pandemia, e 30.880.512 resultados positivos.

A média móvel de casos apresentou alta se comparada à última semana. Na quinta-feira (19), o índice registrado foi de 16.157; hoje, ficou em 18.327, um aumento de 13,4%. No mesmo período, a média de mortes caiu 5%, de 113 para 107.

A nova edição do Boletim InfoGripe Fiocruz, divulgada nesta quinta-feira, sinaliza continuidade da tendência de aumento dos casos de Covid-19 em todas as regiões do país .

Leia Também:  SP: outros quatro Hospitais Dia da capital passam a funcionar 24 horas

Cerca de 48% das ocorrências de Síndrome Respiratório Aguda Grave (SRAG) registradas nas últimas quatro semanas são em função da infecção. Em relação aos óbitos por SRAG, 84% das . Os dados se referem ao período de 15 a 21 de maio, mas a propensão vem sendo observada desde a semana de 24 a 30 de abril.

Fonte: IG SAÚDE

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA