CUIABÁ

POLÍCIA

Ação recupera por meio de bloqueio bancário valor subtraído de vítima de extorsão pela internet

Publicados

POLÍCIA

Policiais civis da Delegacia Especializada de Delegacia de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI), em parceria com a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Várzea Grande, recuperam quantia subtraída de vítima de extorsão por meio eletrônico.

Na tarde de terça-feira (24), a vítima de 47 anos procurou a Derf de Várzea Grande para registrar a ocorrência. O comunicante relatou que há alguns dias recebeu uma solicitação de amizade de uma mulher na rede social do Facebook.

Após aceitar o pedido de amizade, ambos passaram a conversar e a amiga suferiu para conversar pelo WhatsApp, e poderem conversar com mais privacidade. Assim feito, a mulher passou a enviar fotos íntimas para a vítima, que enviou fotos também.

Posteriormente a mulher falou para o comunicante que era menor de idade. Passado algumas horas a vítima recebeu uma ligação pelo WhatsApp de uma pessoa, exigindo do comunicante R$ 7 mil para ajudar no tratamento da “menor de idade”, a qual havia apanhado dos pais.

Na ligação a pessoa também dizia que o Conselho Tutelar acompanhava o caso e os pais de menor haviam registrado queixa, bem como era para a vítima enviar em trinta minutos o valor de R$ 1 mil para ser tirada a queixa.

Leia Também:  Caminhonete carregada com drogas é apreendida pela PRF em Nova Mutum-MT

Diante dos fatos, a vítima depositou a quantia de R$ 1 mil via PIX para a chave do banco indicada pelo golpista. Somente depois de fazer a transferência o comunicante percebeu que havia caído em um golpe de extorsão.

A DRCI foi acionada para dar apoio nas diligências, e conseguiu recuperar o valor subtraído da vítima mediante bloqueia bancário. As investigações continuam visando identificar e prender os envolvidos no crime.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Passageira de ônibus é presa novamente transportando drogas

Publicados

em

Por

Na tarde de ontem (04), a Polícia Rodoviária Federal apreendeu 2 kg de pasta base de cocaína na BR 070, no município de Barra do Garças.

A ocorrência aconteceu quando um ônibus que fazia o trajeto Cuiabá – Canarana foi parado para fiscalização. Durante o procedimento de verificação, constatou-se que um dos passageiros tinha um mandado de prisão em aberto por tráfico de drogas.

Em vista disso foi solicitado ao passageiro, uma mulher de 27 anos, desembarcasse do veículo com as bagagens que portava para uma fiscalização mais detalhada.

Questionada se estava carregando algum ilícito, a mulher confessou que havia dois tabletes de drogas em sua bolsa, o que foi constatado posteriormente pela equipe policial.

Diante dos fatos, a passageira foi detida, a princípio, pelo crime de tráfico de drogas e por constar um mandado de prisão em aberto, sendo encaminhada à Delegacia de Polícia Judiciária para os procedimentos cabíveis.

Fonte: PRF MT

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Polícia Civil desarticula associação criminosa e prende 3 homens e uma mulher
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA